O país inicia, hoje, o mês que carrega o maior desafio contemporâneo da saúde pública brasileira. É em abril que órgãos de saúde e governos estimam colocar em prática parte das preparações de enfrentamento ao novo coronavírus. Em um cenário de transmissão sustentada cada vez mais consolidado, falar de prevenção e saúde do trabalhador é extremamente importante.

Durante o mês de abril, órgãos públicos e instituições engajadas nas questões relativas aos acidentes de trabalho aderem à campanha Abril Verde, uma forma de promover a conscientização sobre a importância da segurança e da saúde do trabalhador brasileiro. O mês de abril foi escolhido porque o dia 28 é dedicado à memória das vítimas de acidentes e de doenças do trabalho.

Iniciativa de participação espontânea que chama a atenção da sociedade brasileira para a adoção de uma cultura permanente de prevenção de acidentes do trabalho e doenças ocupacionais, o movimento Abril Verde luta para marcar o mês de abril com a cor da segurança no calendário nacional. A intenção é concentrar anualmente nesse período uma série de atividades, dando-lhes mais visibilidade e manifestações de apoio à causa.

Movimentos internacionais como o Outubro Rosa (prevenção do câncer de mama) ou o Novembro Azul (prevenção do câncer de próstata) já são conhecidos da maioria dos brasileiros. No que diz respeito à saúde e segurança do trabalhador, o Abril Verde trilha um caminho semelhante. O objetivo é fazer com que a cultura prevencionista no ambiente de trabalho seja propagada e assimilada pelo maior número possível de pessoas e a ANAMT apoia esta causa.

 

Fonte: https://www.anamt.org.br/